Vaga para o período de festas é oportunidade para primeiro emprego

Celebrado por ser o mês de festas, dezembro também é um importante período para a economia do país. A movimentação no setor de Varejo com a contratação de temporários costuma impulsionar a geração de empregos. Além de preencher uma demanda necessária em períodos sazonais, a criação de vagas temporárias é vista por empresas como uma oportunidade de agregar novos talentos e renovar a equipe. Este ano, segundo a Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem), a previsão é de que sejam abertas 108 mil vagas no Rio de Janeiro.

– O trabalho temporário é excelente para o primeiro emprego. Ele qualifica e insere o profissional no mercado de trabalho. Mesmo que não seja efetivado, o trabalhador ganha experiência para procurar outras oportunidades – recomenda a vice-presidente da Asserttem, Marcia Costantini.

As empresas costumam buscar um profissional que consiga ter bom relacionamento com os colegas, que saiba trabalhar em equipe, seja dinâmico, tenha iniciativa e que goste de lidar com público. Surpreender o gestor, ter interesse em aprender e estar comprometido com o resultado são outras qualidades que contam a favor na hora da efetivação.

Por sinal a competição pela efetivação deve ficar mais acirrada em 2015. Marcia explica que a crise econômica deve influenciar na taxa de profissionais que serão mantidos no emprego após as festas. Enquanto até 2013 o percentual de efetivação ficava em torno de 15%, a previsão é de que não supere os 5% este ano. Porém, para 2016, as projeções são mais animadoras, pois os Jogos Olímpicos devem aquecer o mercado de temporários. Estimativas falam em pelo menos 90 mil vagas geradas devido às competições esportivas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *